quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Economia em 1 Minuto






Economia em 1 Minuto



Câmbio


No mercado externo, o mundo segue assustado com a sequencia de eventos relacionados ao terrorismo. Hoje, pela manhã, tivemos 2 voos com problemas e um evento nos arredores de Paris, aparentemente todos controlados. Isso ainda não afeta preço, mas é bom ficar atento às possibilidades. No lado econômico, teremos as minutas do FED como principal evento e alguns dados de housing. O que se tentará ler nessas minutas é principalmente o passo pretendido para os próximos aumentos de juros. O mercado acorda misto com o Euro aparentemente tendendo para cima e o resto das moedas perto da estabilidade. No mercado local, o dólar abriu estável e novamente bastante ilíquido. Abaixo do nível de R$3,80, alguma compra entrou e, mesmo com o leilão de linha, vimos o casado abrir cupom. Mais uma vez observa-se a iliquidez não só no primeiro futuro mas também nos mercados secundários, o que fez com que pequenos fluxos formassem grandes movimentos.No overnight, tivemos a votação de um dos vetos mais importantes, o que reajustaria os salários do judiciário. O veto foi mantido, mas por pouco, o que não demonstra uma vitória grande do Governo. Acontece que outras pequenas vitórias também aconteceram e tudo isso pode fazer preço também no dia de hoje.Novas noticias positivas serão necessárias para manter o dólar abaixo dos R$3,80, contudo elas têm aparecido aos poucos.

Juros


O destaque do mercado segue sendo o baixo número de negócios realizados. A falta de notícias relevantes e a proximidade do final do ano têm inibido os players de se posicionarem no mercado de juros. O índice de atividade do Banco Central veio em linha com as expectativas do mercado. No congresso, uma pequena vitória do governo com a aprovação do veto presidencial ao reajuste do judiciário. Manhã calma no mercado externo, dólar ofertado e rates em queda.

Commodities


O Petróleo fechou em queda, com o mercado migrando o foco das preocupações geopolíticas dadas as ameaças terroristas na Europa para o aumento dos estoques no EUA. O API será divulgado mais tarde e espera-se um incremento de mais de 2MM de barris na semana passada, se isso for confirmado, essa será a oitava semana seguida em que os estoques de petróleo bruto crescem. Ontem, tivemos vencimento das opções de Dezembro, o que também exerceu pressão na cotação durante o dia. Os Metais industriais continuam sofrendo com o fundamento bem pessimista, o Dólar mais forte com a proximidade do aumento de juros e as crescentes preocupações com a demanda chinesa vem pressionando os mercados, o Cobre atingiu hoje o menor nível desde 2010. A Codelco, maior produtora de cobre chilena, cortou o prêmio que os compradores chineses pagam visando impulsionar os embarques. Nos Grãos, a Soja fechou em alta, com a previsão de que o clima continue seco e com temperaturas elevadas em Mato Grosso. Sinais de demanda externa pelo grão produzido nos Estados Unidos também dão suporte às cotações. Ontem, o USDA disse que exportadores privados venderam 180 mil toneladas de soja para a China. O Trigo fechou em queda com a melhora da safra nos EUA ontem, após o fechamento do mercado, o USDA informou que 52% da safra tinha condição boa ou excelente, melhora de 1%. Nas commodities Softs, o Açúcar fechou em queda em um movimento de realização após 3 sessões de ganhos.



Mais informações em...





Agenda Econômica / Expectativas para o dia


Agenda EconômicaExpectativaDivulgado
BRA: Formal Job Creation Total--178.900
EUA: Housing Starts1160k-
Expectativas para o dia
Dólar                                                      -    
Juros em R$                                      Baixa
Commodities                                        - 
Moedas / USDCotação∆ 1 dia
BRL3,80-0,25%
EUR1,070,23%
GBP1,520,07%
JPY123,37-0,06%
AUD0,71-0,01%
MXN16,72-0,02%
DXY99,49-0,14%
CommoditiesPreço∆ 1 dia
Petróleo WTI (US$/bbl)41,401,79%
Ouro NYMEX (US$/oz)1069,300,07%
Alumínio LME (US$/ton)1479,500,37%
Cobre LME (US$/ton)4687,00-1,64%
Açúcar ICE (US$ cents/lb)14,43-2,37%
Café BM&F (US$/saca)145,701,04%
Soja CBOT (US$ cents/bu)868,250,38%
Algodão ICE (US$ cents/lb)62,750,13%

Bolsas Brasil, EUA e EuropaPontos∆ 1 dia
Ibovespa Futuro (Brasil)47545-0,18%
S&P Futuro (EUA)2046-0,14%
DAX (Alemanha)10891-0,73%
CAC 40 (França)4888-1,00%
FTSE 100 (Inglaterra)6245-0,37%
Bolsas Ásia - FechamentoPontos∆ 1 dia
Nikkei 225 (Japão)196490,09%
CSI 300 (China)3716-1,14%
Hang Seng (Hong Kong)22188-0,34%




Nenhum comentário:

Postar um comentário